Não! Não desista de viver!

Não desista de viver!
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Depois de ouvir algumas notícias tristes envolvendo pastores, eu estava meditando e falando com o Deus sobre a minha perplexidade. Fechei os olhos e vi algo que parecia um livro, talvez um banner. Era azul com letras brancas e grandes: “NÃO! Não desista!” Perguntei: Para quem é esta mensagem? Decidi postar no meu perfil no Facebook e, passado algum tempo, fiquei surpreso de ver quantas pessoas interagiram com a frase.

Denise havia me falado sobre um vídeo que estava circulando na internet expondo o pecado sexual de um pastor com uma jovem. O vídeo flagra o pastor no pleno ato com a moça. Um escândalo! Enquanto refletia sobre esta desgraça, o meu amado Gerson Fonseca me enviou uma notícia sobre alguns pastores brasileiros que se suicidaram. Fiquei pasmo! Meu Deus! O que é isso? O que está acontecendo? Acho que as notícias uma após a outra me surpreenderam e me entristeceram muito. Passei aquele dia triste e a noite angustiado. Lembro-me como fui dormir. Mas no meio desta situação, eu tive a visão que narrei acima: “NÃO! Não desista!”

Eu quero dizer “NÃO! Não desista!” ao pastor que caiu com a menina. Eu gostaria muito de ter dito esta frase aos pastores e líderes que se suicidaram. Mas aqui está a grande diferença, este apelo só pode ser dirigido para quem NÃO DESISTIU DE VIVER. Este é o grande abismo entre Pedro e Judas Iscariotes. Ambos pecaram, ambos traíram o Senhor, mas um seguiu a vida e até voltou para o seu antigo trabalho de pescador, enquanto o outro desistiu de viver e precipitou-se deixando suas entranhas à vista (Atos 1:18).

NÃO! Não desista! Um amigo chileno reagiu a esta frase assim: “Yo ya lo hice” – Tentando me assinalar: “agora é tarde Franco, eu já desisti”. Respondi pra ele: “Deus é Especialista em recomeços!” A única coisa que não devemos fazer é DESISTIR DE VIVER, pois se não desistirmos de fazer o bem, no tempo de Deus colheremos (Gl 6:9). Além disso, para alcançarmos a promessa de Deus não podemos abandonar a confiança nEle, necessitamos perseverar em fazer a Sua vontade. Como está escrito:

“Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará; todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma” (Hebreus 10:35-39 RA).

Em outra versão lemos assim:

“Portanto, não abram mão de sua firme confiança. Lembrem-se da grande recompensa que ela lhes traz. Vocês precisam perseverar, a fim de que, depois de terem feito a vontade de Deus, recebam tudo que ele lhes prometeu. “Pois em breve virá aquele que está para vir; não se atrasará. Meu justo viverá pela fé; se ele se afastar, porém, não me agradarei dele.” Mas não somos como aqueles que se afastam para sua própria destruição. Somos pessoas de fé cuja alma é preservada” (NVT).

NÃO! Não desista!

No amor do Senhor Jesus,
Sérgio Franco

blank
Siga

Sérgio Franco

Equipe . Conexão Eclésia em Conexão Eclésia
blank
Siga

Últimos posts por Sérgio Franco (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest