Ajustando nossas expectativas às promessas de Deus

Ajustando nossas expectativas às promessas de Deus
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

“Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?” (Números 23:19).

Todos nós, em momentos de dificuldade ou no sofrimento, nos apegamos às promessas de Deus para recuperarmos o ânimo para a caminhada. Quando nos faltam forças para prosseguir, tomamos novo fôlego relembrando a Palavra do Senhor.  Sempre é bom lembrarmos que Ele é fiel, que tem controle sobre tudo e que não mente nem se arrepende do que prometeu. Porém, muitas vezes nossas expectativas estão para muito além do que Deus realmente nos prometeu. Se fizermos uma pesquisa entre os cristãos, veremos que há muita gente esperando de Deus algo que nunca foi prometido por Ele. Atitudes como essa podem levar à profundas frustrações.

Há uma grande lista de expectativas nutridas por alguns cristãos e que estão que estão para além do que Deus prometeu. Existe muitas distorções sobre o que a Palavra nos diz sobre o sofrimento, a tranquilidade, a vitória, a riqueza etc.

A verdade é que Deus não nos prometeu que nos livraria do sofrimento, mas sim que passaria conosco por ele. Deus não nos prometeu tranquilidade, mas sim a paz que excede todo entendimento, que pode ser experimentada quando tudo vai mal ao nosso redor.

O Senhor não prometeu que seríamos amados por todos, mas garantiu que o amor Dele por nós não muda. Ele não prometeu que nunca passaríamos por algum momento de solidão, mas sim que nunca nos abandonaria. Ele nos prometeu a presença do Consolador, do Espírito Santo.

Deus não nos prometeu riqueza, mas garantiu que se buscarmos o Seu reino em primeiro lugar, as nossas reais necessidades serão supridas: teremos o que comer, o que beber e o que vestir. Assim como sustentou Israel no deserto, de forma que as vestes não se envelheceram, Ele é poderoso para nos sustentar, ainda que a gente não compre roupas novas no fim do ano.

Poderíamos fazer uma grande lista sobre expectativas que muitos cristãos nutrem e que não se encaixam nas promessas de Deus. Alguns chegam a ir mais longe, se apropriando de promessas mas excluindo a realidade de que algumas delas são condicionais. As nossas necessidades são supridas se fizermos do Reino de Deus a nossa prioridade. Experimentamos a paz que excede todo entendimento se não dermos espaço para a ansiedade. Todas as coisas cooperam para o nosso bem se amarmos a Deus.

A razão para ajustarmos nossas expectativas não é porque Deus não quer que sonhemos ou que Ele nos limita para não nos ver felizes.  A verdade é que o Senhor sabe a exata medida do nós precisamos. Nada além, Nada aquém. Ele conhece o nosso interior, e sabe o que vai cooperar para o grande projeto que têm para nossas vidas: nos moldar à imagem do Seu Filho, Jesus.

Em Cristo,
Anderson Paz

blank
Siga
blank
Siga

Últimos posts por Anderson Paz (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest