Deus é surpreendente!

Deus é surpreendente!
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Nada que façamos ou deixemos de fazer muda o Amor de Deus para conosco. Seu Amor é incondicional, quer O agrademos ou não Ele nos ama. Isso é assim porque Ele não tem amor, Ele é Amor. Essa Verdade não cabe na nossa cabeça, mas cabe no coração pela fé. Deus é surpreendente.

Não devemos confundir o Amor de Deus por nós com Suas promessas, pois estas são condicionais. A Bíblia está repleta de referências:

“E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos” (Gálatas 6:9).

“Nós, porém não somos dos que retrocedem para perdição; somos, entretanto, da fé, para conservação da alma” (Hebreus 10:39).

“…é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que O buscam” (Hebreus 11:6).

O ano de 2015 foi o mais difícil da minha vida. Tempo de perda, de dor, de trevas, de impotência. Passei a viver uma outra forma de família sendo viúvo e pai de quatro filhos. Os desafios eram enormes e sem confiar no Amor e nas Verdades de Deus, jamais teria vivido este tempo guardado em paz.

Minha filha Agatha estava desviada da fé a quase três anos, e eu combatia por sua alma em orações e com um tipo de jejum ininterruptamente ao longo destes anos. Em 2015 estávamos no ápice desta batalha. Aproveitei que vivíamos um tempo familiar de luto e reuni os três filhos menores para orarmos todos os dias juntos numa batalha pela alma de sua irmã. Eu lhes disse: “Obedecendo a Jesus temos a promessa da vida eterna e viveremos eternamente juntos com Deus e veremos a mamãe de novo. Mas a única pessoa nesta casa que não pode morrer é a Agatha, pois se isso acontecer como ela está, nós nunca mais a veremos”.
Desta forma batalhamos juntos pela Agatha.

Logo em janeiro de 2016 tudo começou a mudar. Em uma viagem missionária ao sertão, em Porto da folha SE, no dia 21/01/16 tive a grata surpresa da volta da Agatha em seu compromisso com Jesus. ALELUIA!

Este dia foi muito especial, ele também marcou o início de um novo futuro formato de família, pois “coincidentemente” nesta mesma data, antes da Agatha dar o passo que deu, eu e Deli conversamos sobre aquilo que criamos que Deus estava falando sobre nosso relacionamento, o que depois veio ser confirmado por uma enxurrada de sinais impressionantes.

Se o ano de 2015 foi de tamanha dificuldade, o de 2016, embora também difícil, tem sido um ano de restituições.

Deus é surpreendente.

Alice, minha segunda filha, de 10 anos, vinha pensando a muito tempo sobre seu batismo nas águas, me fazia perguntas a respeito e eu não procurei animá-la porque sei que é uma decisão individual e de coração entre a pessoa e Deus. Já havia bastante tempo ela não tocava nesse tema e quando eu não esperava fui comunicado de sua decisão.

No dia 02/11/16 executamos seu batismo. A partir desta data meu espírito foi despertado para fazer este registro, percebi como se Deus estivesse me mostrando assim: “Filho, sempre vai valer a pena confiar e descansar em mim, o meu Amor não muda e minhas promessas são desfrutaras por aqueles que perseveram em mim. Estou fazendo restituições em sua vida.”

O ano está acabando, falta praticamente um mês e meio para seu fim, e eu estou a um dia de receber Deli Mari Chibior como minha esposa. Vou deixar a própria Bíblia resumir este momento:

“O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do Senhor” (Provérbios 18:22).

Deus é Amor.
Suas promessas são para os que se apegam a Ele.
Ele restitui na vida daquele que em Sua Vontade confia e espera.
Deus é surpreendente!

Sandro Lourenço

blank
Siga

Sandro Lourenço

Equipe . Conexão Eclésia em Conexão Eclésia
blank
Siga

Últimos posts por Sandro Lourenço (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest