Seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso

Seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

“Sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso” (Romanos 3:4).

Watchaman Nee disse em um de seus livros que existem três coisas que devem marchar em ordem. A primeira é a verdade, a segunda é a fé e a terceira é a experiência. Ele as compara a três homens que caminham sobre uma corda. O que vai adiante representa a verdade, que nunca cai; atrás dele vai a fé e, em seguida, a experiência. Se a fé foca na verdade, a experiência a segue, mas se ela se volta para ver como a experiência lhe segue, ambas cairão, a fé e a experiência. Não olhe a sua experiência; coloque sua visão no que Deus disse, na verdade, e a experiência lhe acompanhará. “O justo viverá pela fé” (Gálatas 3:11).

Viver envolve a experiência, mas esta depende de que a fé esteja focando a verdade, a Palavra de Deus. Quando eu me atenho em minha experiência para determinar por meio dela se a verdade de Deus está correta, eu caio. A fé tem que olhar com firmeza para a verdade.

Paulo entrou em uma crise saudável em sua vida e a resolveu dizendo: “seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso” (Romanos 3:4). Nesse “todo homem”, Paulo estava incluso. Nossa mente carnal é aliada do mentiroso. Muitas vezes cremos mais em nós mesmos do que em Deus. Julgamos a verdade de Deus pela nossa experiência.

Fé não é simplesmente crer em Deus, mas acreditar em Deus. “E acreditou em Deus, e imputou-lhe isto por justiça” (Gênesis 15:6). Abraão acreditou! Deus lhe havia dito: “Sai da tua terra e da tua parentela… e farei de ti uma grande nação” (Gênesis 12:1,2) e ele simplesmente acreditou. Fé é acreditar em Deus.

Tiago ensina: “Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o creem, e tremem” (Tiago 2:19). Os demônios sabem que Deus existe; eles não têm a menor dúvida. Hoje, o “crer em Deus” é sinônimo de concordar com Sua existência. Isso não é fé. Fé é acreditar no que Deus disse. E, quando cremos, entramos na vida de fé, na vida cristã normal. “O justo viverá pela fé”.

Em Hebreus 11 encontramos uma lista dos grandes homens de fé. Não foram grandes em si mesmos, mas porque acreditaram em Deus. Ele disse a Noé: “Faça uma arca… eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra” (Gênesis 6:14,17). A mente natural não podia entender isso, pois nunca havia chovido sobre a terra. Noé acreditou em Deus e colocou sua fé em ação; começou a construir a arca. Moisés, Abraão, Jacó acreditaram em Deus. Você acredita no que Deus lhe diz?

Temos que chegar à mesma conclusão de Paulo: “seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso”. Não vou crer em ninguém, nem ainda em mim; somente Nele. Não vou procurar confirmar Sua verdade com a minha experiência e, sim, fazer com que a verdade Dele modifique a minha experiência. Que elemento nos falta para alcançar a vida vitoriosa que o Senhor tem prometido? Vejamos: “Esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé” (1 João 5:4).

Creia no que Deus disse e terá vitória. A fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus. Mas eu posso ouvir sem crer, e isso não resolve. Hebreus 4:2 diz que para alguns “a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram”.

Ao escutar a Palavra posso questioná-la; então, isso não me serve de nada. O crer produz em nós edificação. Não é um processo repentino, mas paulatino. Somos edificados à medida em que cremos.

Jorge Himitian
Texto extraído do livro Curados pela Palavra, que pode ser adquirido na loja Servo Livre.

Conexão Eclésia

Conexão Eclésia

Amamos a Jesus, por isso lutamos por Sua vida na Igreja.
Conexão Eclésia

Últimos posts por Conexão Eclésia (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest