Por que Jesus?

Por que Jesus?
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Embora não devamos nos preocupar em tentar responder todas as questões da existência (afinal, Deus não se preocupa em responder tudo para a criatura), existem verdades fundamentais que alimentam a nossa fé e que precisam ser compreendidas pela nossa razão limitada.

Um dia desses conversávamos à mesa sobre o porquê de Jesus ser o centro do nosso culto. Por que Ele é o alvo da nossa veneração, adoração, por que paramos nEle e ficamos ali observando, esmiuçando, buscamos imitá-lo e o admiramos tanto? Qual o sentido de orarmos em seu nome? Por que falamos sobre dedicar nossa vida a Ele? Por que o Espírito dá testemunho sobre Ele? Creio que todas essas perguntas passam por compreendermos a função do Cristo, o ungido, o que Ele nos proporciona. Não tenho a pretensão de mencionar todos os “porquês”, mas quero apenas registrar um pouco do que falamos nessa conversa à mesa.

Talvez a resposta mais contundente a essas perguntas foi dada pelo personagem principal, pelo próprio Jesus:

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” João 14:6

Ele mesmo se colocou como único acesso, Ele é a peça conectora entre nós, homens caídos, e Aquele que nos criou para uma relação profunda e parental. Quando nos criou, Deus pensou em ter uma família.

Mas alguém ainda poderia desconfiar de um homem que fale isso sobre si mesmo. Afinal, tem tanto maluco por aí. Contudo, se pararmos pra compreender a dimensão dessa auto-afirmação e a intenção do Pai de construir um único acesso, um único meio que o ligue aos homens, fará todo sentido perceber que Ele facilitou a comunicação com um homem tão complexo em suas emoções, raciocínio e vontades.

A revelação de Paulo descrita na carta aos Efésios sobre o assunto fortalece ainda mais essa coerência divina:

segundo o seu beneplácito(boa vontade) que propusera em Cristo, de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu, como as da terra;” Efésios 1:9-10

Convergir é reunir tudo nEle. Em Cristo, os mistérios que cercam a existência humana são respondidos. Nele somos preenchidos. Ainda que restem questionamentos sobre muitos temas, sabemos que as dúvidas sobre nosso propósito e origem são sanadas.

“para compreenderem plenamente o mistério de Deus, Cristo, em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos.” Colossenses 2:2-3

Tudo passa por Jesus. Os tesouros tão pesquisados sobre a criação do universo, extinção de civilizações, os verdadeiros porquês que estão por trás das grandes guerras, genocídios, condições climáticas, guerras tribais, o estado caótico ou próspero das nações, a instituição de dinastias, a falência de impérios, e por aí vai. Tudo passa por Ele.

Ele é a palavra, o “logos” encarnado, a referência para constituir uma família de muitos irmãos:

Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” Romanos 8:29

Ele é a imagem do próprio Deus que já existia antes mesmo da fundação do universo. Talvez uma das principais explanações sobre sua existência e propósito se resumem na carta de Colossenses:

Este é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; pois, nele, foram criadas todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para Ele.” Colossenses 1:16-17

Quero terminar esse pequeno resumo com a conclusão de João em seu evangelho:

Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez. Se todas elas fossem relatadas uma por uma, creio eu que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos.” João 21:25

Em Cristo,
Ideraldo Costa de Assis

blank
Siga

Ideraldo de Assis

Equipe . Conexão Eclésia em Conexão Eclésia
blank
Siga

Últimos posts por Ideraldo de Assis (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest