Preciso orar por Michel Temer?

michel temer
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Preciso confessar uma coisa: o cenário político atual não é o que eu gostaria de ver. Não me agrada nem um pouco ver Michel Temer como presidente em exercício do Brasil, juntamente com seus ministros, alguns investigados pela Lava-Jato. Michel Temer negociou ministérios e cargos como sempre se fez neste país. Fico enojado ao ver a hipocrisia de alguns que, tendo governado juntamente com Dilma e comungado dos erros do PT, por mero oportunismo político derrubaram o governo para ascenderem ao poder.

Temo que a ascensão de Michel Temer tenha significado apenas uma troca de quadrilhas no comando do Palácio do Planalto e da Esplanada dos Ministérios. Sendo assim, nessa disputa Alien vs. Predador, não importa quem vença, o Brasil perde.

Alguns cristãos se alegraram com o fato de Michel Temer, após sua posse, ter recebido bênçãos de alguns pastores evangélicos no Palácio do Jaburu. Entre esses pastores estava Silas Malafaia e Marcos Feliciano. Esse fato em nada me empolga, considerando que a própria Constituição foi promulgada sob a proteção de Deus, e ainda assim se faz uso dela para todo tipo de aberração. A cédula do Real traz a inscrição “Deus seja Louvado”, mas isso não impede que o dinheiro seja usado para suborno. Pedir a bênção de Deus só tem valor se parte de um coração humilde que realmente reconhece que precisa do Senhor.

Contudo, apesar da minha tristeza, tenho um grande consolo: antes de ser brasileiro, eu sou cristão. Antes de ser cidadão do Brasil, sou cidadão do Reino de Deus. Por isso, meu compromisso, antes de tudo, é com a Palavra de Deus e com a vontade do meu Senhor.

Talvez o que vou dizer aqui não agrade a todos, pois não parece em nada inovador. Mas não posso analisar a condição de Temer como presidente em exercício do Brasil sem considerar a verdade contida em Romanos 13:1:

“Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas”.

É interessante e surpreendente observar que a afirmação de Paulo no texto acima surge em um contexto em que havia perseguição contra a Igreja, perseguição da qual o próprio apóstolo se tornaria vítima. E ainda assim, Paulo não se demove da fé de que Deus é Soberano, e que as autoridades são constituídas por Ele.

A declaração de Paulo não está isolada no Novo Testamento, mas encontra ressonância nas palavras de Pedro, apóstolo que também seria vítima da perseguição movida pelas autoridades: “Por causa do Senhor, sujeitem-se a toda autoridade constituída entre os homens” (I Pedro 1:13a). Além disso, esse ensino parte do próprio Senhor Jesus, quando disse a Pilatos: “Não terias nenhuma autoridade sobre mim, se esta não te fosse dada de cima” (João 19:11).

Deus é soberano, e não vou tentar reduzir Sua soberania por causa de minhas posições políticas individuais. E se Michel Temer for confirmado como presidente do Brasil, existe um mandamento apostólico que precisamos observar:

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador” (I Timóteo 2:1-3).

Precisamos orar pelas autoridades. Enquanto Dilma governou o Brasil, eu orei por ela. Agora, ainda que afastada, sigo orando pela presidente. Isso não significa que eu concordo com as aberrações e equívocos de sua gestão, mas significa que eu creio que existe um Rei sobre todos os reis, um Senhor sobre todos os senhores, e a Ele que devemos sempre recorrer.

Da mesma forma, nós como cristãos temos um compromisso de orar pelo governo de Michel Temer, clamando ao Senhor para que Sua vontade seja feita: “Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mateus 6:10).

Não tenho dúvida alguma que chegará o tempo que Deus trará à luz toda má obra. Ninguém ficará impune. Um dia todos os governantes vão reconhecer que “o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer, e até ao mais humilde dos homens constitui sobre ele” (Daniel 4:17).

blank
Siga
blank
Siga

Últimos posts por Anderson Paz (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest