Pastores de si mesmos

pastores de si mesmos
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

“Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não apascentarão os pastores as ovelhas?” Ezequiel 34:2

Enquanto pensava sobre o significado desta repreensão do Senhor, sobre apascentar a si mesmo, me veio a mente as escolhas e decisões que tomei e estive para tomar em minha vida cujo o motivo era eu e não as ovelhas de Jesus.

Quantas decisões e escolhas que fazemos afetam diretamente a vida dos discípulos de Jesus que foram confiados a nós? Penso que são muitas. E quantas destas decisões e escolhas foram realmente presididas pelo Espírito Santo? Quantas destas foram apascentando a nós mesmos enquanto éramos guiados por uma alma cheia de autopiedade? Quantas vezes tomamos caminhos visando atenuar o nosso próprio sofrimento? Quantas vezes ministramos a nós mesmos sem ouvir a voz do nosso Pastor Jesus? Já imaginou se Jesus tivesse ouvido Pedro?

“E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum te acontecerá.” Mat 16:22

Compaixão de si mesmo ou das ovelhas que se perdem quando perdemos o caminho da cruz?

Lembro de uma vez em que estava pronto para fugir de um sofrimento e Deus usou a minha esposa para me ensinar o que significa: “terminou o meu tempo aqui nesta congregação”. Aquela decisão estava inclusive debaixo da cobertura dos meus pastores, mas com certeza era Deus provando mais uma vez o meu coração. Era uma mudança buscando o meu alívio que iria ferir as ovelhas do Senhor confiadas ao meu apascento. Eu precisava “tomar uma atitude”, mas estava tão cego que não entendia que melhor do que ser um homem de atitude era ter a “alegria do Pai” em minha vida.

Quando sabemos que as nossas decisões afetam a vida dos discípulos e por amor a Cristo e as ovelhas, além de sofrer, suportamos todo sofrimento justo ou injusto, é nesta hora que aparece a essência do verdadeiro pastor: “aquele dá a vida pelas ovelhas”!

Nós precisamos escolher que tipo de pastor seremos: Os que apascentam as ovelhas do Senhor ou os que apascentam a si mesmos. O rebanho do Senhor não precisa dos “pastores de si mesmos”.

No amor do Senhor Jesus Cristo,

Sérgio Franco ><>
Twitter: @francoamd7
https://www.facebook.com/sergio.franco.servolivre

blank
Siga

Sérgio Franco

Equipe . Conexão Eclésia em Conexão Eclésia
blank
Siga

Últimos posts por Sérgio Franco (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest