Deus é ágape

Deus é ágape
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Há duas palavras em grego que podem ser traduzidas como “amor”: filia e ágape.

Da palavra filia derivam alguns termos conhecidos como filosofia, filatelia, filantropia, etc. Filia descreve uma atração natural, um gosto ou predileção,uma preferência por algo ou alguém. O amor filia é provocado pela pessoa ou objeto ao qual amamos: “Eu amo pescar”, “Eu amo Maria”.

Em contraste, ágape é o amor que vem através da virtude de quem ama. Ágape é um amor imerecido, sacrificial. Um amor orientado ao bem do próximo, que não é pensado em benefício próprio, mas sim no bem estar dos demais. O que ama com amor ágape se sacrifica a si mesmo para ajudar aos outros. A Bíblia não diz que Deus é filia, mas sim que Deus é ágape (Deus é amor – I Jo. 4:8 e 16).

O amor ágape constitui a essência de Deus. Não se trata somente de que Deus tenha amor, mas sim de que Ele é amor. O amor é parte da sua natureza, é um dos seus principais atributos. Quando a Bíblia diz que Deus é santo, isso quer dizer que a santidade envolve a totalidade do seu ser, não há uma mínima parte de Deus que não seja santa. Do mesmo modo, ao dizer que Deus é amor, a Palavra revela que o amor faz parte da plenitude do Seu ser. O amor de Deus por nós é tão grande como o próprio Deus – e a sua grandeza incomensurável!

Jorge Himitian
Extraído do livro “Projeto do Eterno”, que é encontrado na loja Servo Livre.

Conexão Eclésia

Conexão Eclésia

Amamos a Jesus, por isso lutamos por Sua vida na Igreja.
Conexão Eclésia

Últimos posts por Conexão Eclésia (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest