Não desperdice meu tempo

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Acabo de assistir o filme “O Preço do Amanhã”. Sua trama se passa no fim do século 21, em uma época em que literalmente tempo é dinheiro, ou seja, o comércio é feito não por moeda, mas por tempo de vida. Para dar um exemplo de como esse mundo funcionava, uma viagem de ônibus custava 2 horas de vida do passageiro. Sendo assim, o filme retrata uma sociedade em que o valor do tempo corrido se tornava muito mais claro.

Nesse contexto, o personagem principal recebe uma doação de tempo. Um homem possuidor de séculos de vida doa tudo que possuía ao mocinho por ter visto que o mesmo possuía uma razão muito forte para permancer vivo. Ao notar que foi presenteado, o personagem principal vê que junto com o presente havia uma inscrição:

“NÃO DESPERDICE MEU TEMPO”

Podemos fazer uma reflexão interessante à luz dessa passagem do filme.Tempo é vida, e no filme fica muito claro que doar tempo para alguém é doar vida. Lembrei-me de como Cristo doou sua vida e seu tempo para nós. E isso me faz pensar: O que temos feito da vida que Ele nos deu?  Jesus doou sua vida e seu tempo para que cada um de nós tivéssemos vida eterna. Mas como lidamos com a vida que Ele nos dá?

Paulo nos diz em Efésios 5:15,16:

“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus”.

Remir é um termo jurídico que significa recuperar ou adquirir de novo. Na prática, o versículo nos diz que já acordamos no atraso. Nos diz que precisamos acordar a cada dia conscientes de que já estamos correndo atrás do tempo perdido. Sendo assim, não deve haver margem para o desperdício em nossas vidas, pois todo tempo recuperado é pouco diante do que já perdemos. Isso não pode ser razão para dar lugar à melancolia. Pelo contrário, isso deve nos motivar a correr com mais força na corrida para resgatar o tempo. E só é resgatado o tempo vivido para Deus, pois o que fazemos para Ele produz resultados eternos.

Peço a Deus que me desperte para essa realidade tão urgente. Não quero cochilar. Não quero desperdiçar o tempo que Ele já me deu. Ainda há tempo para arrependimento. Ainda há tempo para rever as formas como usamos nosso tempo e nos voltarmos ao Senhor. Só assim teremos alvos para o ano novo que realmente sejam cumpridos. Só Ele pode nos ensinar como administrar a vida e entregá-la de volta em Suas mãos, antes que seja tarde demais.

Um feliz ano novo, novo na mentalidade e nas atitudes… e sem desperdícios.

No amor de Jesus

Filipe Flexa

Twitter: @FilipeFlexa
Facebook: https://www.facebook.com/filipe.flexa

Conexão Eclésia

Conexão Eclésia

Amamos a Jesus, por isso lutamos por Sua vida na Igreja.
Conexão Eclésia

Últimos posts por Conexão Eclésia (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest