Gente sem graça

gente sem graça
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

O autor da carta aos Hebreus nos faz uma advertência interessante:“Ninguém se prive da graça de Deus” (Hb. 12:15). Ora, se a graça de Deus é um favor imerecido, como uma pessoa pode ser excluída desse favor?

Somos excluídos quando permitimos que os canais por onde a graça nos alcança fiquem obstruídos. E este mesmo versículo da carta aos Hebreus mostra algo que pode impedir o alcance da graça: “que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem” (Hb. 12:15). Ao falar sobre a amargura, a carta aos Hebreus está nos ensinando sobre o cuidado que devemos ter com os nossos relacionamentos, pois problemas que envolvem pessoas podem obstruir os canais da graça.

No Novo Testamento, Jesus nos ensina que a reconciliação com nossos irmãos é mais importante do que qualquer oferta que possamos apresentar a Deus (Mt. 5:23,24). Nossos relacionamentos são tão importantes que nossos pedidos de perdão ao Pai são sustentados pelo fato de que também perdoamos a quem nos ofende (Mt. 6:12). E é por isso que o apóstolo João nos diz que o amor de Deus não pode permanecer em quem fecha o coração para o seu irmão (I Jo. 3:17).

Portanto, somos privados da graça de Deus quando não agimos conforme a graça que recebemos. Ao fecharmos nosso coração impedimos que a graça passe por nós e seja repartida com outros. Deus não nos concede seu favor imerecido para que este favor se esgote em nós mesmos, mas para que, ao passar por nós, alcance outras pessoas. Não se pode esperar graça sem transmiti-la, desejar perdão sem perdoar, querer o bem sem semeá-lo. Os canais por onde a graça nos alcança se mantêm abertos quando decidimos ser canais por onde ela atinge outros.

Precisamos avaliar nossos corações a cada dia para arrancarmos tudo o que pode nos privar da graça. Em nós não pode haver qualquer espaço para a amargura, a falta de perdão, ou problemas mal resolvidos com nossos irmãos. Guarde o seu coração para que nunca haja espaço para essas situações, mas se elas já estão dentro de você, decida hoje arrancá-las por meio do arrependimento e do perdão. Só assim você poderá desfrutar de tudo o que Deus preparou para sua vida.

Em Cristo,
Anderson Paz

Confira também:
– Não dá pra esquecer
– Perdão, confiança e desconfiança
– Um coração guardado, sem ressentimentos
– Depois da raiva

blank
Siga
blank
Siga

Últimos posts por Anderson Paz (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest