Não quero mais esse peso

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Quando conhecemos Jesus, nos admiramos com a liberdade que recebemos nEle . Vemos que todas as nossas amarras e limitações podem ser vencidas ao confiarmos nELe e nos entregarmos em suas mãos. Mas, no decorrer do caminho, nos deparamos com as dificuldades e percebemos: ainda existem grandes limites dentro de nós. A batalha em que nos encontramos é muito séria.

É muito importante entender algo nesta batalha. Jesus não apenas retira nosso jugo; ele também o troca. Continuamos a ter um jugo, porém, ele é suave e leve. Este é o jugo que Jesus separou para os que Lhe obedecem. E Paulo nos fala sobre ele em Romanos 6.19:

“Falo isso em termos humanos por causa das suas limitações humanas. Assim como vocês ofereceram os membros dos seus corpos em escravidão à impureza e à maldade que leva à maldade, ofereçam-nos agora em escravidão à justiça que leva à santidade”.

Precisamos nos oferecer em escravidão à justiça que leva à santidade. Esse é o jugo suave e leve que devemos tomar. Se eu não entender plenamente que me tornei, por amor, escravo da justiça de Deus, a vontade de receber meus “direitos” em Jesus sempre será maior em mim do que a vontade de cumprir a vontade de Deus. Nossa luta contra o pecado precisa ser uma luta ferrenha, precisa ser a luta de um servo por cumprir às ordens de seu Senhor. Se já me ofereci como escravo da justiça, meu senso de direito próprio não pode existir. Passa a pesar sobre mim um outro jugo. O jugo de gratidão Àquele que me amou e me deu capacidade para vencer o pecado.

Com isso não há mais lugar para pensar que Deus tem a obrigação de perdoar meus muitos pecados. Quando Ele nos perdoa, não é por obrigação, mas por graça, um favor que não merecemos. Só tendo bem firmado em nosso espírito e coração, poderemos nos posicionar como alguém em batalha contra o pecado. Assim poderemos experimentar o descanso e a paz que seguem os que praticam a justiça.

Que venha santo temor sobre nós para experimentarmos muito mais de Deus em nossa vida diária.

Ana Carolina de Assis Brum Pires

Twitter: @AnaCBrum
Facebook: https://www.facebook.com/carol.deassisbrum

Conexão Eclésia

Conexão Eclésia

Amamos a Jesus, por isso lutamos por Sua vida na Igreja.
Conexão Eclésia

Últimos posts por Conexão Eclésia (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest