Buscando o que é mais valioso

Buscando o que é mais valioso
Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Quando lemos a história dos reis Saul e Davi, vemos neles duas atitudes bastante diferentes em relação ao valor que deram à presença de Deus. Em um episódio, por exemplo, Saul pede para trazer aquilo que era a maior representação da presença de Deus entre eles, a Arca da Aliança. Porém, repentinamente muda de ideia, e como se não fosse algo importante, diz: “Desiste de trazer a arca” (1 Samuel 14: 18,19).

 Já Davi, pelo contrário, numa das suas primeiras atitudes ao assumir o reinado de Israel, se dispôs de todo coração a trazer a arca para sua cidade, pois Saul a tinha deixado abandonada em uma cidade distante. Ele disse para si mesmo: “Como virá a mim a arca do Senhor?”(2 Samuel 6: 9).

Quando vejo essas duas atitudes, penso na minha vida, se tenho agido como Saul agiu, desprezando a presença de Deus em sua vida e escolhendo os seus próprios meios, ou se tenho tido um coração humilde como o de Davi, que sabia que não era ninguém e que necessitava da presença de Deus para tudo.

Atualmente não temos mais nenhuma representação visível da presença de Deus como no Antigo Testamento. Isso era necessário pois Deus ainda não havia feito morada no coração do homem. Hoje, a presença dEle está dentro de nós, nos corações daqueles que renderam suas vidas a Jesus como Senhor, e corremos o sério risco de desprezar algo tão perto e real se permitirmos ser anestesiados pelos cuidados e distrações deste mundo.

Davi, mesmo sem ter a vida de Deus habitando em seu coração, era revelado que Sua presença era a coisa mais valiosa que existia.

Dentre as inúmeras vezes que somos alertados pela Bíblia acerca de como devemos cuidar desta presença em nossos corações, cito as seguintes:

“Povo rebelde, obstinado de coração e de ouvidos! Vocês são iguais aos seus antepassados: sempre resistem ao Espírito Santo!” (At. 7:51). 

“Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção” (Ef. 4:30).

“Não apaguem o Espírito” (1 Ts. 5:19).

Não devemos resistir Sua voz, sua instrução, antes temos que nos render a Seus caminhos.

Não devemos nutrir sentimentos, pensamentos e ações que O entristecem, tais como amargura, palavras que não edificam, e muitas outras coisas.

Não devemos fechar o coração para amar, pois o amor de Deus é derramado em nós pelo Seu Espírito. Se fecharmos o coração, apagaremos Sua presença.

Que possamos nos dispor de todo coração a nos aprofundar nesta intimidade.

Em Cristo,

@Cristiano_brum

Soli Deo Glória 

blank
Siga

Cristiano Brum

Equipe . Conexão Eclésia em Conexão Eclésia
blank
Siga

Últimos posts por Cristiano Brum (exibir todos)

Compartilhe 😉Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest
  • leni

    Aproximemo-nos de Deus e Ele se aproximará de nós (Tiago 4:8). Senhor, sem a Tua presença morreremos. Semana abençoada a todos.

  • leni

    Aproximemo-nos de Deus e Ele se aproximará de nós (Tiago 4:8). Senhor, sem a Tua presença morreremos. Semana abençoada a todos.